Migrações programadas para Linux

De Ubuntupedia
Ir para: navegação, pesquisa

Mude de outros sistemas operativos para Linux e conheça as vantagens de um sistema operativo livre, gratuito e estável. Faça a mudança de forma programada para preservar os seus documentos e para atingir rápidamente uma performance idêntica ou mesmo superior.


A transição de outros sistemas operativos para Linux pode ser realizada com ordem e método, de forma a realizar a transição de forma eficaz e com uma boa gestão do tempo.

Hardware

Testar o hardware com um Live cd

Uma das formas de testar se o Ubuntu Linux funciona no hardware existente, é correr uma versão Live cd no sistema. Se a versão Live cd funcionar e detectar todo o hardware, podemos assumir que a versão de instalação também o fará.

Placa gráfica, som

Poucas vezes a optimização da placa gráfica ou da placa de som requererem instalações ou configurações adicionais. Contudo pode acontecer ser necessária uma configuração adicional. É importante que o utilizador possa aceder à Internet para poder pesquisar informação, pedir ajuda o efectuar o download de aplicações.

Verificar os modem/router

Os routers dispensam sempre da instalação de qualquer software adicional.

Verificar a impressora

A quase totalidade das impressoras estão suportadas. Por vezes alguma impressora que não tenha um controlador (driver) específico pode funcionar bem com outro controlador da mesma série.

Migração de dados - suportes para transição

CD ou DVD

A gravação de cd's com os documentos e demais informação, antes do sistema anterior ser substituído pelo Ubuntu Linux é um dos procedimentos comuns para na migração para um novo sistema. A outra vantagem da gravação de cd é que os cd's gravados tornam-se cópias de segurança do novo sistema.

Todos os sistemas operativos permitem gravar e ler cd's com o padrão ISO9660, logo o cd é um bom suporte para transporte de dados.

Partições no disco

Se a informação a transpor for muita, a utilização de cd's pode ser uma solução pouco cómoda. Como alternativa, o disco pode ser particionado. Depois de particionar, toda a informação será colocada numa partição, enquanto o sistema operativo e aplicações seriam colocados noutra. O Ubuntu Linux seria então instalado na partição onde estava o anterior sistema operativo, deixando assim os documentos intactos e apagando tudo o resto. Para utilizar este método devemos ter espaço suficiente no disco rígido.

FTP ou SSH para outro computador

Caso existam vários computadores em rede, os dados podem ser preservados através da sua cópia para um computador vizinho. Depois do novo sistema operativo Ubuntu estar instalado podem ser copiados de volta.

Migração de dados - tipos de dados

Favoritos / Bookmarks do navegador

  • Firefox - Se o seu navegador é o Firefox então pode transpor todas as configurações do mesmo para o Firefox para Linux
  • Internet Explorer - Se o seu navegador é o Internet Explorer pode ainda assim transpor os seus links para Linux e utilizá-los noutro navegador. (...)
  • Opera - O navegador Opera também existe para Linux.

O navegador Konqueror permite importar os favoritos dos principais navegadores em cada sistema operativo e utilizá-los. Permite ainda a exportação dos mesmos para outros navegadores.

E-mail

  • Webmail - Se utiliza o sistema webmail como por exemplo o do Yahoo ou o do Gmail, poderá continuar a aceder ao seu e-mail via web, como o fazia no sistema operativo anterior.
  • Outlook - Se utiliza o Microsoft Outlook ou o Outlook Express para receber e escrever o seu mail poderá importar o seu e-mail seguindo estes passos.

Fotografias

É recomendável certificar-se de que as fotografias estão nos formatos .jpg, .png e .tif antes de iniciar a migração. O Gimp e outras aplicações lêem muitos outros formatos, incluindo os .psp do Paint Shop Pro e os .psd do Photosop, mas para uma migração mais segura estes formatos devem ser transpostos para tif, png e jpg.

Som

O Ubuntu lê .mp3, .ogg e .wav. Será preferível que o som seja transposto num destes formatos.

Vídeo

Documentos de texto

Quase todos os formatos de documentos de texto, incluindo os do Microsoft Office podem ser lidos pelo Linux utilizando o Open Office.

Apresentações multimédia

As apresentações Powerpoint podem ser lidas pelo Open Office.

Folhas de cálculo

Quase todas as folhas de cálculo, incluindo os do Microsoft Office podem ser lidos pelo Linux utilizando o Open Office.

Bases de dados

Paginação

Equivalência de todas as aplicações

Fases da transição

Estudo prévio das necessidades

  1. Legibilidade ou possibilidade de conversão dos formatos de ficheiros dos documentos
  2. Compatibilidade do hardware, directa ou com adaptações
  3. Aplicações utilizadas e aplicações equivalentes
  4. Meios a utilizar na transferência dos dados

Cópia de dados

  1. Cópia de documentos
  2. Cópia de fotografias, vídeos e outros ficheiros multimédia
  3. Cópia de mensagens e-mail
  4. Cópia de bookmarks/favoritos

Nota: A cópia de dados deverá ter em conta se existem um ou mais utilizadores no sistema operativo a substituir. No caso de existirem vários utilizadores, os dados dos mesmos devem ser transpostos de forma ordenada para que:

  • Todos os documentos e configurações de todos os utilizadores sejam copiados
  • Seja possível reconstruir os mesmos de forma ordenada no novo sistema Ubuntu Linux, para que os dados de um utilizador não acabem na conta de outro utilizador.

Instalação do novo sistema

Se possível realizar a instalação com ligação à Internet activada, para que o Ubuntu faça imediatamente a actualização da mesma.

Configuração do novo sistema

  1. Configuração do acesso ao hardware
  2. Aplicações necessárias
  3. Utilizadores

Transposição de dados

Uma vez instalado o sistema operativo e criadas as contas de utilizador pode-se começar a copiar os documentos do anterior sistema operativo para Ubuntu Linux. Os documentos e ficheiros de cada utilizador devem ser copiados para a respectiva pasta.

Necessidades de formação

Em muitos casos não será necessário uma formação demorada, pois as funções a realizar são em muitos casos bastante simples e o Ubuntu Linux é bastante intuitivo, particularmente quando se utiliza o ambiente Gnome (Por defeito).

Contudo as pessoas que vão utilizar o novo sistema necessitam de poder experimentar o mesmo durante algumas horas, para conhecerem o mesmo. Em muitos dos casos o plano de formação "Formação em Linux para escritório" será suficiente para iniciar as pessoas no novo sistema.

Este artigo está incompleto porque não contém informação suficiente para uma explicação facilmente comprensível e/ou que funcione. Ajude a comunidade completando-o.